Socorro Neri é a prefeita de capital que mais cumpriu promessas, diz pesquisa

A prefeita de Rio Branco (AC), Socorro Neri (PSB), lidera levantamento nacional, feito nas 26 capitais do país ( o Distrito Federal fica e fora por não ter caráter municipal), como a executiva que mais cumpriu promessas de campanha. O levantamento foi feito e divulgado pelo site de notícias G1, portal da Rede Globo de Televisão, levando em consideração as promessas concretas.

As promessas de Socorro Neri foram registradas no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e foram firmadas por ela e o então candidato a prefeito Marcus Alexandre (PT), como candidata  vice. Com a renúncia de Alexandre para disputar o Governo do Estado, em 2018, Neri foi uma de quatro vices que herdaram o restante de mandatos e as promessas de campanha – os outros três foram Álvaro Costa Dias (MDB), em Natal (RN), que assumiu em lugar de Carlos Eduardo (PDT); em Palmas, com Cinthia Ribeiro (PSDB) substituindo Carlos Amastha (PSB), e em São Paulo, com Bruno Covas (PSDB) no lugar de João Doria (PSDB).

De acordo com o levantamento, a maior promessa cumprida por Socorro Neri se relaciona à mobilidade urbana e ela já teria cumprido 33 de 54 promessas, 11 foram cumpridas em parte e 11 não foram cumpridas ainda. Entre as promessas em andamento está o Shopping Popular (ou dos Camelôs), que está sendo construído no centro da Capital.

Isso significa que Socorro Neri lidera o levantamento com 39% de cumprimento das promessas. O pior desempenho e prefeito neste país, de acordo com o levantamento do G1, é o do Rio de Janeiro, com Marcelo Crivela (PRB), que não cumpriu cinco por cento de suas promessas de campanha.

O levantamento do G1 considera 1.040 promessas assumidas pelos então candidatos durante a campanha eleitoral de 2016. Nos três primeiros anos de mandato, os prefeitos das 26 capitais do país cumpriram 39% das promessas que fizeram durante a campanha eleitoral de 2016, considerando 1.040 compromissos assumidos pelos então candidatos antes de serem eleitos.

Os dados mostram ainda que 25% das promessas foram cumpridas parcialmente até o momento – o que significa que ainda há pendências para que o trabalho seja considerado entregue. Já as promessas que ainda não foram cumpridas pelos prefeitos são 36%.

As duas promessas que constam como não avaliadas são as feitas pelos prefeitos Iris Resende, de Goiânia, e Luciano Cartaxo, de João Pessoa, de cumprir o mandato até o fim. Apesar de não terem disputado um cargo nas eleições de 2018, o cumprimento só poderá ser aferido, de fato, ao fim dos mandatos dos dois.

Em termos percentuais, as promessas envolvendo turismo e direitos humanos e sociais lideram o ranking de promessas não cumpridas. Por outro lado, entre os compromissos cumpridos, os envolvendo economia e a própria administração têm os maiores percentuais.

Fonte: ContilNet

Veja também