Sindicalistas invadem Aleac e seguranças usam spray de pimenta para contê-los

Spray de pimenta foi lançado por agentes de segurança contra manifestantes que realizam protesto contra o pacote da Reforma da Previdência estadual, na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), enviado por Gladson Cameli.

Um tumulto foi causado próximo à tribuna, quando até os deputados tentaram controlar os manifestantes.  Funcionários do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC), da Polícia Civil e da Secretaria de Educação participam do ato.

Funcionário da Educação, o professor Claudio Ezequiel foi um dos atingidos pela substância, quando tentou entrar na Aleac para “lutar por seus direitos”.

“Eu não admito que façam isso com a gente. Me impediram de lutar pelo que é direito do trabalhador. Atingiram os meus olhos com spray porque não puderam calar minha boca”, explicou.

Cláudio foi levado para o Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco pelo Samu.

Fonte: ContilNet

Veja também