Sexo a três para evitar infidelidade? Para muitos casais é a solução

Segundo o livro ‘Understanding Threesomes: Gender, Sex, and Consensual Non-Monogamy’ (‘Entender Relações a Três: Gênero, Sexo, e uma Relação Consensual Não Monogâmica) do sociólogo britânico Ryan Scoats, alguns casais heterossexuais recorrem a uma experiência de sexo a três para resolver problemas no relacionamento, sobretudo traições ou discussões. 

A obra baseia-se numa pesquisa realizada por Scoats, que examinou as experiências e atitudes de 50 indivíduos que optaram numa ocasião única por fazer sexo a três. 

Uma outra curiosidade referida por Scoats é que quando um casal heterossexual se envolve com um terceiro membro do sexo feminino, o homem acaba por retribuir, ‘participando também num trio FMM’ (mulher, homem, homem).

Quer avançar com um ‘threesome’, eis o que deve levar em conta de acordo com a Cosmopolitan:

Diálogo

O que vai acontecer entre os três deve ser discutido antes. Jamais deve fazê-lo num momento sexual entre os dois, diz Shane.

A questão dos contraceptivos 

Proteção é extremamente importante, de modo a evitar uma possível gravidez ou transmissão de uma doença sexualmente transmissível. 

A importância de estabelecer limites

É importante falar sobre os limites de cada um antes do momento íntimo. Por exemplo, se não quer que a terceira pessoa beije você ou seu parceiro na boca.

Planeje tudo detalhadamente

Fale abertamente com a pessoa com quem está. Como lidar com a situação no dia seguinte? Falam sobre isso ou ignoram? O terceiro membro vai dormir com vocês após o ato? Trata-se de uma experiência única ou há a possibilidade de se tornar algo recorrente? O diálogo é fundamental para evitar problemas e ressentimento entre o casal no futuro.

Veja também