Socorro Neri diz ser vítima de massacre moral de opositores nas redes sociais

A prefeita de Rio Branco,Socorro Neri (PSB), usou sua página no Facebook para desabafar sobre as recentes críticas que vem sofrendo por meio das redes sociais, principalmente, com relação aos processos movidos contra internautas.

De acordo com ela, chamar uma gestora pública de desonesta, “não é crítica, é crime. Recorri à justiça buscando a devida reparação. É assim que se procede na democracia. Longe do “olho por olho, dente por dente”, no sistema democrático quem acusa, precisa provar; quem se sente ofendido, tem o direito de buscar a reparação”, declarou.

A professora disse que condição de prefeita do município, tem usado a “legalidade, o planejamento, a definição de critérios técnicos, a busca por melhor custo-benefício e o atendimento às demandas coletivas como ferramentas para superarmos as adversidades impostas pela crise econômica que atinge a todos os municípios brasileiros”. Em razão disso, ela vem recebido críticas diárias.

“Não posso considerar como crítica –  sob o argumento da liberdade de expressão – as manifestações públicas que ofendam a minha honra. Como todos têm acompanhado, tenho sido alvo de um massacre moral nas redes sociais, sem precedentes”, lamentou.

A prefeita considera que boa parte das críticas, vem sendo realizadas por pessoas que buscam interesses individuais, visando as eleições de 2020. ” Mas parte dessa onda de ataques tem sido orquestrada, seja por aqueles que têm tido interesses individuais contrariados (e são muitos!), seja por aqueles que, ansiosos pelo poder a qualquer custo, anteciparam as eleições”, ressaltou.

Fonte: ContilNet