Três são preso no Acre com mais de 8 kg de ‘skunk’, a maconha geneticamente modificada

Investigadores da Delegacia Especializada em Combate ao Narcotráfico (Denarc) apreenderam no final da tarde de quinta-feira (5), no trevo de Senador Guiomard cerca de 8,5 kg de skunk, uma espécie de maconha geneticamente modificada com maior teor de THC.

Na ocasião foram presas três pessoas: Jonathan de Lima Nunes, 33, que foi contratado para buscar a droga, Gabriel Lima da Silva Chagas, 26, motorista de aplicativo e proprietário do carro que transportava a droga, e Denice Camargo Pinheiro, de 19 anos.

De acordo com o delegado titular da Denarc, Pedro Resende a especializada foi informada, por meio do Whatsapp (68) 99922-1111, sobre um carregamento de drogas vinda do Peru em um veículo modelo Argo de cor preta.

Resende disse ainda que a droga é oriunda da Colômbia e Venezuela e entrou no Acre pela cidade de Assis Brasil.

“Essa é uma droga mais potente que a maconha comum e também de maior valor. Só esse carregamento é avaliado em R$ 70 mil, e o que tudo indica é que os traficantes estão usando essa rota pelo Acre para entrar com a droga no Brasil”, explicou Resende.

Fonte: ContilNet

Veja também