Novo filme de Maisa tem beijo gay

Beijo gay foi um tema muito comentando na imprensa e nas redes sociais nas última semanas. O assunto surgiu com força após o prefeito Marcelo Crivella censurar uma HQ de Vingadores na Bienal do Livro, no Rio de Janeiro. O povo não aceitou e teve até protesto dentro da Bienal.

Na última quinta (12), a internet entrou em polvorosa por causa de uma declaração do ator Rodrigo Pandolfo, que disse ao portal UOL que iria ter casamento entre o personagem dele (Juliano) e outro homem, mas não haveria beijo gay em Minha Mãe É uma Peça 3, por decisão de Paulo Gustavo, que interpreta dona Hermínia.

Nesta segunda (16), Ela Disse, Ele Disse foi exibido para a imprensa. Trata-se do novo filme estrelado por Maisa, inspirado no livro de Thalita Rebouças. É a manjada história da garota (interpretada pela graciosa Duda Matte) que, em novo colégio, precisa se enturmar. Vive, então, as dores e os amores da adolescência, se apaixonando pelo garoto mais fofo (Marcus Bessa), fazendo novas amigas e rivalizando com a antagonista, papel de Maisa.

Não vou dar spoiler, mas o que faz alguns personagens terem outra opinião sobre velhos costumes é, justamente, um beijo. E o beijo em Ela Disse, Ele Disse aparece de todas as formas: entre menino e menina, menino e menino e menina e menina. É bom que um filme, destinado ao público adolescente, venha sem preconceitos. Isso já conta um ponto a favor de Ela Disse, Ele Disse, que estreia dia 3 de outubro.

Veja também