No Acre, presidiários trocam facção por igreja e são batizados

Nesta sexta-feira, 18, 42 detentos do Complexo Penitenciário do Juruá, em Cruzeiro do Sul, foram batizados como membros de uma igreja evangélica e deixaram as facções a que pertencia. O ingresso nas igrejas evangélicas e saída do mundo do crime, é a única forma dos faccionados se desligarem das facções e seguirem vivos.

O diretor do Complexo, Missael Melo, cita que os presos que quiserem se desligar das facções, podem trocar de prédio, por um que é “neutro”, sem ter que entrar em igrejas. Mas cita que muitos detentos são “tocados” pela fé no presídio e por consequência, deixam o crime e as facções e se batizam”. De acordo com Missael Melo, este é o caso do batizado de ontem, realizado pela Igreja Batista Nova Vida.

Fonte: Ac 24 horas

Veja também