Manifestantes ameaçam jogar ovos na polícia e na Aleac, mas sindicatos proíbem ação

Dezenas de servidores públicos se encontram em manifesto na manhã desta terça-feira, 26, em frente à Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) pedindo que os deputados estaduais não coloquem em pauta a votação da Reforma da Previdência Estadual.

Alguns trabalhadores da educação e da saúde teriam recebido ovos para arremessarem na Casa Legislativa, mas imediatamente representantes dos sindicatos presentes no ato subiram ao carro de som para negar que a ação fosse concretizada.

“O entendimento era jogar na Casa Legislativa, e não na Polícia Militar, mas não vamos usar os ovos pra jogar, nosso comportamento é diferenciado”, disse Rosana Nascimento, do sindicato dos trabalhadores em educação.

O deputado Jenilson Leite (PCdoB) também pediu que os servidores que estivessem ameaçando arremessar ovos na Aleac não prejudicassem o trabalho da Polícia Militar e não jogassem. O projeto do governo que muda o sistema previdenciário no Acre está para ser votado hoje.

Fonte: Ac 24 horas

Veja também