Ilustrações Cristãs: Um pastor ladrão, como pode?

O pastor daquela igreja e sua esposa foram convidados por uma família da igreja para jantar na casa deles por ocasião do dia do amigo. Ele a esposa prontamente aceitaram o convite.

O dia do jantar chegou e o pastor e sua esposa foram conforme o combinado. O jantar foi bastante proveitoso, eles conversaram muito sobre Deus, sobre a Bíblia, sobre família e diversos assuntos abençoadores.

Então, perto das 23 horas, o pastor fez sinal para a esposa de que estaria na hora deles irem embora. A esposa respondeu positivamente e eles se despediram do casal.

Depois que o pastor e a esposa saíram, a esposa disse ao marido:

– Eu não estou achando uma das colheres da nossa coleção de estimação que usamos para o pastor e a esposa jantarem!

– Deve estar em algum lugar por aí, disse o marido sem ligar muito para a questão.

– Não está, já procurei em todos os lugares. Só tem uma explicação: o pastor roubou a colher da nossa coleção de estimação, pois foi justamente a que ele usou que sumiu!

Essa mulher ficou muito incomodada. E sempre que via o pastor seu coração se entristecia, pois, para ela, o pastor havia roubado sua colher de estimação. Ela remoía dentro de si um sentimento de desprezo por achar que o pastor era ladrão.

Passado um tempo ela sugeriu ao marido:

– Amor, vamos chamar novamente o pastor e a esposa para jantar conosco?

– Claro, amor, é só marcar o dia e os convidamos!

Fizeram o convite e eles aceitaram. Chegou o dia do jantar e a mulher aguardava o momento certo para questionar o pastor sobre sua colher, pois não suportava mais a hipocrisia dele (pois ela achava que ele tinha roubado a colher).

– Pastor, posso te perguntar uma coisa? Disse ela meio envergonhada.

– Claro, irmã, fique à vontade.

– Por acaso foi o Senhor que roubou nossa colher no jantar que fizemos da última vez?

O marido envergonhado pediu desculpas ao pastor pela pergunta da esposa, mas o pastor acenou com sorrindo que iria responder:

– Irmã, fui eu sim que peguei sua colher no último jantar. Eu vi que você tinha muito carinho por aquela linda coleção de talheres. Mas não a roubei, apenas guardei-a dentro da sua Bíblia que estava ali no caminho para o banheiro, pois achei que naquela mesma noite ou no máximo no dia seguinte você a acharia facilmente.

Veja também