Delegado diz que disparo foi acidental e acusado é liberado após pagar fiança

O delegado Venicios Almeida Andrade, coordenador da Delegacia de Polícia Civil, em Cruzeiro do Sul, disse no início da tarde, que o disparo de arma de fogo que atingiu uma pessoa ontem a noite foi acidental.

Depois de ouvir testemunhas, o acusado e a própria vítima, Almeida afirmou que não restou dúvidas que não houve tentativa de homicídio e sim um acidente.

Ele se referia a Carlos Felipe da Silveira, preso pela Polícia Militar, acusado, no primeiro momento, de tentativa de homicídio.

Porém, segundo o delegado, todas as testemunhas afirmaram que não houve tiro proposital.

“Aconteceu que a arma estava na cintura dele e ao se levantar, o revólver caiu e disparou, atingindo a vítima. Todas as testemunhas e a própria vítima atestaram isso. Assim, arbitrei a fiança, que já foi paga e o agente liberado”, disse o delegado.

Ainda segundo Almeida, Carlos Felipe pagou R$ 1.500,00 e vai responder o processo em liberdade.

Fonte: ContilNet

Veja também