Cristiano Ronaldo conta que se alimentava de sobras de restaurantes no início da carreira

Além de entrar em diversos assuntos, como a acusação de estupro que teve que lidar recentemente e a perda de seu pai, o craque recordou como foi o início de sua carreira em Portugal, quando buscava realizar seu sonho de ser jogador de futebol.

Atualmente, considerado um dos atletas mais renomados de todo o mundo, o craque disse que jamais se esqueceu das pessoas que lhe ajudaram nos momentos mais complicados de sua vida. Em tons nostálgicos, o atacante disse que se alimentava de sobra em alguns restaurantes.

“Tinha 12 anos e não tinha dinheiro. Vivia com outros jogadores da minha idade de outras partes de Portugal. Foi difícil sem minha família comigo. Recordo que havia um McDonald’s perto e nós pedíamos os hambúrgueres que sobravam a uma senhora chamada Edna, e outras mulheres que sempre nos davam algo”, relembrou ele.

Pegando todos de surpresa com a revelação, Cristiano foi além e disse que esperava que a entrevista pudesse ajudar a encontrar as mulheres em questão, afinal, acha justo que possa retribuir tudo que fizeram por ele quando precisou.

“Espero que me ajude a encontrá-las. Quero convidá-las a viajar para Turin ou Lisboa e lhes devolver o que fizeram por mim. Nunca as esqueci”, pontuou o português.

LEIA TAMBÉM:
>No Acre, babá é condenada por furtar celular de criança autista

PUBLICIDADE 

Veja também