Comando Vermelho paga funeral e proíbe família de ir a velório de jovem morto pelo pai no Acre

O corpo do jovem Raimundo José Marques Bispo, morto pelo próprio pai com uma facada na coxa no último domingo (9), foi velado e enterrado nesta segunda (10) sem a presença da família paterna. Isso porque o Comando Vermelho, facção à qual o rapaz pertencia, proibiu os parentes de comparecerem ao sepultamento.

Segundo um familiar que não quis se identificar, os criminosos ameaçaram retaliar qualquer parente que fosse ao velório. “Eles até se ofereceram para pagar o caixão, mesmo a gente tendo condições para isso”, afirmou.

A facada que Raimundo recebeu do pai, José Barbosa, atingiu a artéria femoral, provocando hemorragia. O jovem de 19 anos morreu antes mesmo da chegada do socorro. A ocorrência aconteceu no apartamento do pai, no Abraão Alab, após desentendimento.

De acordo com a família, o rapaz agredia e extorquia o idoso de 60 anos constantemente e que a facada na coxa não teve intenção de matar e foi dada em legítima defesa após tentativa de agressão por parte do jovem.

“Foi uma fatalidade. José está muito arrependido. Mas ou era ele ou o Raimundo. Os vizinhos são testemunhas de que o senhor sofria agressões frequentes. Já havia até contado para os outros dois filhos que ele temia que o jovem o matasse”.

A vítima seria usuária de drogas e, antes da maioridade, chegou a ser internada em uma pousada após ter cometido assaltos.

Fonte: ContilNet

Veja também