“Uma excelente aluna, só tenho boas lembranças”, diz professor de vítima de acidente

Aluna de uma das instituições públicas de ensino mais antigas e tradicionais de Rio Branco, a jovem Kelly Pereira, de apenas 15 anos, acabou como vítima fatal de um acidente enquanto percorria a estrada com os colegas de escola, rumo a mais uma partida dos jogos escolares.

Uma amiga de longa data relembra a personalidade da adolescente. “Era muito extrovertida, uma ótima amiga, uma pessoa extraordinária”, conta Marina Mel, que conviveu na sala de aula por cerca de quatro anos ao lado da jovem: “ainda não caiu a ficha sobre o que aconteceu. Estou arrasada”, lamentou.

O professor de inglês do Colégio Acreano, André Luiz, ministrou aulas para a aluna vítima do acidente no 6º, 7º e 8º ano. Para ele, uma perda irreparável. “Ela só tirava notas boas, era uma excelente aluna, participativa e feliz”, destaca.

Luiz conta que só resta boas lembranças da estudante. “Assim que soube do ocorrido vim para a escola para prestar apoio aos familiares e demais professores”.

Ele ainda revela que não teve forças para conversar com os pais da vítima. “Vi eles chorando e fiquei de longe, só olhando. Às vezes, o olhar fala muito e o que pude fazer no momento foi olhar e pedir a Deus que conforte essa família”, lamentou o professor.

Em comunicado oficial, o governo diz que o ônibus escolar da Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE) tombou a 80 km de Cruzeiro do Sul, após o rio Liberdade, e transportava 31 estudantes que se deslocavam para o município, onde participariam nesta terça-feira, 13, da etapa estadual dos Jogos Escolares, na modalidade basquete.

Vinte e cinco passageiros foram atendidos no hospital com escoriações leves e, destas, sete receberam alta hospitalar e foram encaminhadas para um hotel da cidade e devem retornar para a capital na manhã desta terça-feira (13).

Thais Farias e Kennedy Santos

Veja também