Neymar será investigado após expor nudes de suposta vítima de estupro

Neymar se meteu em uma encrenca ainda maior com relação à mulher que o acusa de estupro. No Instagram, para se defender, ele resolveu publicar todas as conversas que teria tido com ela. Porém, acabou deixando vazar vários nudes da pessoa em questão.

Nas imagens, ela surge sem roupa em fotos e vídeos íntimos, se insinuando para ele, e falando que gostaria de ir para Paris. Ele não chega a expandir as fotos; porém, sua atitude de expôr o material enviado para milhões de seguidores configura crime no Código Penal.

O artigo 218-C aponta que “oferecer, trocar, disponibilizar, transmitir, vender ou expor à venda, distribuir, publicar ou divulgar, por qualquer meio – inclusive por meio de comunicação de massa ou sistema de informática ou telemática -, fotografia, vídeo ou outro registro audiovisual que contenha cena de estupro ou de estupro de vulnerável ou que faça apologia ou induza a sua prática, ou, sem o consentimento da vítima, cena de sexo, nudez ou pornografia”.

A pena prevista para o crime é de um a cinco anos de prisão. Agora, de acordo com o jornal “Extra”, a Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI) fará as investigações referentes a esse caso em específico.