Xuxa dá entrevista bombástica, detona haters e faz revelação chocante sobre namoro com Pelé

A apresentadora Xuxa Meneghel, mesmo não tendo a fama internacional que alcançou outrora, continua sendo um dos maiores nomes do entretenimento no Brasil. Contratada pela Record, ela vira e mexe vê seu nome no centro das atenções, embora muitas vezes ela não seja lembrada positivamente por todo mundo, já que sempre existem os famosos haters. Em entrevista concedida ao cantor Gilberto Gil, ela detonou essa classe e disse que virou “modinha” a criticar.

É uma coisa absurda. De vez em quando vira moda me detonar. Só o fato de eu existir parece que já é uma coisa esquisita. Me detonam pela minha imagem, por aquilo que eu falo, por eu estar envelhecendo ou por eu ser uma mulher e ter conquistado coisas que outras mulheres não conquistaram. Dizem que eu falo algumas coisas só para aparecer”, disparou a apresentadora.

Ainda na conversa, Xuxa abriu o jogo e contou que é julgada desde o início da sua carreira. “Quando comecei a trabalhar, recebi críticas de todos os lados. Principalmente por não estar preparada. Algumas eu entendi e até aceitei. Mas outras eu não aceitava muito, quando eram vinculadas à minha imagem”, destacou ela.

Ela ainda fez a revelação chocante de que seu namoro com o ídolo Pelé não era aceito. “Eu não aceitava o título de ‘loura burra’ que está ali só para tirar proveito de alguma coisa. Nem o fato de as pessoas não aceitarem meu relacionamento de seis anos com a pessoa mais pública do Brasil e do mundo, o Pelé. Isso durou dos 17 aos 23 anos. Eu fui apedrejada algumas vezes”, contou.

Xuxa também disparou contra os haters de Sasha. “Eles sabem que, se machucarem a minha filha, vão estar me machucando. Isso é desagradável e é perigoso porque é uma menina. Se alguém mexe com a sua família, com as suas filhas, é infinitamente pior. E você se sente culpado. Quando é comigo, pode vir porque eu já estou ‘cascuda’”, destacou a apresentadora, que não entende a cobrança para que a filha viva a carreira artística.

Eu acho que ela tem a capacidade de fazer o que quiser, onde quiser e muito bem. Por ela mesma, não porque as pessoas cobram. Quando ela era menor, por exemplo, as pessoas perguntavam: ‘Posso tirar uma foto?’. Ela dizia ‘não’ e falavam: ‘Mas a sua mãe tira, por que você não tira?’. Como assim? Como uma pessoa fala uma coisa dessas pra uma criança?”, disse ela na entrevista.