Acre tem menor número de casos notificados de HIV no Brasil, diz Ministério da Saúde

O Ministério da Saúde divulgou na última sexta-feira (29) um boletim epidemiológico com amplos dados referentes ao HIV/Aids no Brasil. De acordo com o estudo, de 1980 a junho de 2019, foram identificados 966.058 casos de aids no Brasil. O país tem registrado, anualmente, uma média de 39 mil novos casos de aids nos últimos cinco anos.

Porém, o número anual de casos de aids vem diminuindo desde 2013, quando atingiu 42.934 casos; em 2018, foram registrados 37.161 casos. A distribuição proporcional dos casos de aids durante o período, mostra uma concentração nas regiões Sudeste e Sul, respectivamente com 51,3% e 19,9% do total de casos. Já as regiões Nordeste, Norte e Centro-Oeste correspondem a 16,1%, 6,6% e 6,1% do total dos casos, respectivamente. Nos últimos cinco anos, de 2014 a 2018, a região Norte apresentou uma média de 4,4 mil casos ao ano; o Nordeste, 8,9 mil; o Sudeste, 15,4 mil; o Sul, 7,7 mil; e o Centro-Oeste, 2,8 mil.

De 2007 até junho de 2018, foram notificados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) 300.496 casos de infecção pelo HIV no Brasil, no Acre foram 787 casos, o menor número do país. Por região, foram 136.902 casos (45,6%) no Sudeste, 60.470 (20,1%) no Sul, 55.090 (18,3%) no Nordeste, 26.055 (8,7%) no Norte e 21.979 (7,3%) no Centro-Oeste. No recorte somente de 2018, foram notificados 43.941 casos de infecção pelo HIV no país, sendo 72 no Acre. Já por região, foram 5.084 (11,6%) casos no Norte, 10.808 (24,6%) no Nordeste, 16.586 (37,7%) no Sudeste, 7.838 (17,8%) no Sul e 3.625 (8,2%) no Centro-Oeste.

Veja também